Carta revela que Titanic quase colidiu com outro navio dias antes do naufrágio

Uma carta escrita por um dos tripulantes do Titanic para sua esposa, alguns dias antes do navio afundar nas águas geladas do Atlântico Norte, está sendo leiloada no Reino Unido.

O comissário do Titanic Richard Geddes escreveu a carta para sua esposa, Sarah (Sal), no dia seguinte ao famoso navio deixar o porto de Southampton, no Reino Unido, em 10 de abril de 1912. A carta descreve uma quase colisão com outro navio, o SS City of New York. Os dois navios chegaram a poucos metros um do outro quando o Titanic deixou as docas de Southampton, Inglaterra, em sua viagem inaugural.

titanic
Shutterstock

“Minha querida Sal, saímos ontem depois de muitos problemas”, escreveu Geddes. “Ao passarmos pelo New York e Oceanic, o New York teve suas cordas quebradas e quase bateu em nós, mas conseguimos evitar uma colisão.”

O incidente foi visto por alguns como um mau presságio e um sinal de problemas pela frente, de acordo com a Encyclopedia Titanica.

Uma colisão teria evitado a fatídica viagem transatlântica para Nova York. O Titanic atingiu um iceberg às 23h40 da noite de 14 de abril de 1912, e afundou pouco mais de duas horas depois. Geddes, junto com outras mais de 1.500 pessoas, morreu no desastre.

carta titanic
(Reprodução/Fox News/Henry Aldridge and Son)

“Espero que você esteja se sentindo bem e não esteja preocupada”, continuou Geddes, na carta comovente à esposa. “Estou me sentindo muito bem. Com muito amor e beijos para minha querida esposa e crianças”. [A história de “Jack e Rose” da vida real é ainda mais romântica que a do filme]

A carta foi enviada pelo correio de Queenstown, na Irlanda, quando o Titanic pegou passageiros no país em 11 de abril de 1912. O lote, que será leiloado por Henry Aldridge and Son em 27 de abril, tem uma estimativa de pré-venda de US$ 155.885 a US$ 233.827. [FoxNews]

Inscreva-se no canal do YouTube do Mistérios do Mundo

33 fatos que você provavelmente não sabia sobre seu corpo

E no canal de nosso parceiro Climatologia Geográfica

Tudo o que você precisa saber sobre buracos negros

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.