Homem é preso na China por dar nomes “zoeiros” a seus dois cães

Ainda bem que a pena foi leve e que os animais podem ser rebatizados, se for o caso... (Reprodução / Oddity Central / Departamento de Polícia de Yingzhou)

As leis e regras que regem a sociedade e o convívio entre os seres humanos variam muito de país para país, principalmente quando observamos culturas extremamente diferentes da nossa. Justamente por isso, não é raro que nos surpreendamos com certas condutas tomadas pelas autoridades em países distantes.

Recentemente, conforme relatado pela Oddity Central, um chinês (a quem a publicação chamada apenas por ‘Ban’) foi preso em seu país por conta dos nomes que deu a seus dois cachorros, supostamente “ofensivos” às autoridades chinesas e contra as leis nacionais.

Ainda bem que a pena foi leve e que os animais podem ser rebatizados, se for o caso… (Reprodução / Oddity Central / Departamento de Polícia de Yingzhou)

O rapaz de 30 anos passou a ser alvo de investigação pela polícia chinesa na última semana depois de fazer um post na rede social “WeChat”, onde contava para seus amigos o nome de seus dois cachorros: Chengguan e Xieguan. Estes termos são utilizados, no mandarim, para se referir a policiais que desempenham tarefas “menores”, combatendo crimes de menor potencial ofensivo, e também, por exemplo, aos fiscais de trânsito. A publicação se tornou viral na rede, e chamou a atenção da polícia, que não levou a brincadeira na esportiva. Ban tentou se explicar, dizendo que não tinha a intenção de ofender nenhum tipo de autoridade, e que sequer conhecia a lei que proibia este tipo de comportamento. No entanto, de acordo com os oficiais chineses, o comportamento do rapaz tornou-se “ainda mais provocativo” depois da atenção gerada nas forças policiais, e teria “causado grande dano à nação e à administração urbana da sua cidade, no que diz respeito aos seus sentimentos”.

Shutterstock

Em uma atitude que chocou e revoltou a comunidade mundial da Internet, o rapaz foi condenado a passar 10 dias em um centro de detenção administrativa em Xiangyang, sob a acusação de ter “espalhado informações ofensivas contra funcionários da lei”. A principal revolta causada pela detenção de Ban é a subjetividade levantada pela questão. Que outros tipos de nomes seriam proibidos, por exemplo? Essas e outras dúvidas permeiam as discussões do WeChat após a prisão.

E você, o que achou da condenação?

Inscreva-se no canal do YouTube do Mistérios do Mundo

33 fatos que você provavelmente não sabia sobre seu corpo

E no canal de nosso parceiro Climatologia Geográfica

Tudo o que você precisa saber sobre buracos negros

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.