Este é o lugar mais radioativo do planeta

Se você achava que Chernobyl era o lugar mais radioativo no planeta, não poderia estar mais longe da verdade. Conheça o belo Lago Karachay:

Se você achava que Chernobyl era o lugar mais radioativo no planeta, não poderia estar mais longe da verdade. Conheça o belo Lago Karachay, um lago russo tão contaminado por instalações nucleares vizinhas, sendo considerado o lugar mais poluído do planeta. Em 1990, ficar de pé na costa por uma hora lhe daria uma dose de radiação de 600 roentgen, mais do que suficiente para matá-lo em poucas horas. Por outro lado, propriedades à beira do lago provavelmente são muito, muito baratas (mas quem diabos viveria lá, de qualquer maneira?)

Não podemos culpar o Lago Karachay, porém – ele possui um histórico bastante complicado: o lago está localizado dentro da Associação de Produção de Mayak, uma das maiores – e principais – instalações nucleares da Rússia. O governo russo manteve Mayak inteiramente em segredo até 1990, e passou esse período de invisibilidade principalmente fazendo testes nucleares e despejando restos no rio.

Quando a existência de Mayak foi oficialmente reconhecida, houve um aumento de 21% na incidência de câncer, um aumento de 25% nos defeitos congênitos e um aumento de 41% na leucemia na região de Chelyabinsk. O rio Techa, que fornecia água para as aldeias vizinhas, estava tão contaminado que até 65% dos habitantes locais adoeceram devido à doença da radiação – que os médicos chamaram de “doença especial”, porque enquanto a instalação era secreta, não era permitido mencionar a radiação em seus diagnósticos.

© Wikimedia Commons

Obviamente, este complexo nuclear siberiano não estava muito preocupado com a segurança. Além de despejar material nuclear nos lagos e rios, Mayak também sofreu vários acidentes graves nos anos 50 e 60 – incluindo o período em que o Lago Karachay secou e o pó radioativo do leito do lago atingiu aldeias vizinhas.

Mas como Mayak e a cidade que o serviram (originalmente chamada Chelyabinsk-40 e depois Chelyabinsk-65) nem sequer apareciam nos mapas, ninguém ouvia falar sobre isso, incluindo os locais afetados. Algumas das pessoas que moram nas proximidades evacuaram o local após esses acidentes, mas muitas foram deixadas para inalar a poeira contaminada e beber água contaminada.

@Wikipedia

O Lago Karachay agora está repleto de instalações de concreto que tem como objetivo manter o sedimento radioativo longe da costa. A água que cai no rio Techa quase não tem césio radioativo, embora você ainda não possa beber o material rio acima e as margens dos rios continuarão sendo perigosas por centenas de anos. A instalação nuclear de Mayak ainda é um problema – ela teve sua licença de operação revogada em 2003 por despejar lixo em águas abertas, mas pelo menos coisas como “licenças de operação” agora existem.

E hoje, 20 anos depois que Mayak começou a aparecer nos mapas novamente, talvez até seria possível ficar nas margens do Lago Karachay e não morrer tão rapidamente. Mas… não vale a pena arriscar, não é mesmo?

Inscreva-se no canal do YouTube do Mistérios do Mundo

10 distúrbios mentais assustadores que uma pessoa pode ter

E no canal de nosso parceiro Climatologia Geográfica

Tudo o que você precisa saber sobre buracos negros

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.